sexta-feira, 17 de janeiro de 2020

LADAINHA DA SANTA HUMILDADE


LADAINHA DA HUMILDADE

Senhor, tende piedade de nós.
Cristo, tende piedade nós.
Senhor, tende piedade de nós.
Jesus manso e humilde de coração: ouvi-nos.
Jesus manso e humilde de coração: atendei-nos.
Jesus manso e humilde de coração: fazei o nosso coração semelhante ao Vosso.

Do desejo de ser estimado, livrai-me, Jesus!
Do desejo de ser amado, livrai-me, Jesus!
Do desejo de ser procurado, livrai-me, Jesus!
Do desejo de ser louvado, livrai-me, Jesus!
Do desejo de ser honrado, livrai-me, Jesus!
Do desejo de ser preferido, livrai-me, Jesus!
Do desejo de ser consultado, livrai-me, Jesus!
Do desejo de ser aprovado, livrai-me, Jesus!
Do desejo de ser adulado, livrai-me, Jesus!

Do temor de ser humilhado, livrai-me, Jesus!
Do temor de ser desprezado, livrai-me, Jesus!
Do temor de ser rejeitado, livrai-me, Jesus!
Do temor de ser caluniado, livrai-me, Jesus!
Do temor de ser esquecido, livrai-me, Jesus!
Do temor de ser ridicularizado, livrai-me, Jesus!
Do temor de ser escarnecido, livrai-me, Jesus!
Do temor de ser injuriado, livrai-me, Jesus!

Que os outros sejam mais amados do que eu – Ó Jesus, concedei-me a graça de desejá-lo!
Que os outros sejam mais estimados do que eu – Ó Jesus, concedei-me a graça de desejá-lo!  Que os outros possam crescer na opinião do mundo e que eu possa diminuir – Ó Jesus, concedei-me a graça de desejá-lo!
Que aos outros seja concedida mais confiança no seu trabalho e que eu seja deixado de lado – Ó Jesus, concedei-me a graça de desejá-lo!
Que os outros sejam louvados e eu esquecido – Ó Jesus, concedei-me a graça de desejá-lo!
Que os outros possam ser preferidos a mim em tudo – Ó Jesus, concedei-me a graça de desejá-lo!
Que os outros possam ser mais santos do que eu, contanto que eu pelo menos me torne santo como puder – Ó Jesus, concedei-me a graça de desejá-lo!

Ó Maria, Mãe dos humildes, rogai por nós!
São José, protetor das almas humildes, rogai por nós!
São Miguel, que fostes o primeiro a lutar contra o orgulho e o primeiro a abatê-lo, rogai por nós!
Ó justos todos, santificados a partir do espírito de humildade, rogai por nós!

ORAÇÃO: Ó Deus, que, por meio do ensinamento e do exemplo do Vosso Filho Jesus, apresentastes a humildade como

quarta-feira, 1 de janeiro de 2020

BENÇÃO DOS SINOS

Ó Deus, que pelo bem-aventurado Moisés, Vosso servo, pelo qual promulgastes a lei, mandastes fazer trombetas de prata para que, tocando-as os Sacerdotes no tempo do sacrifício, o povo, avisado pelo seu som melodioso, se preparasse para Vos adorar e se reunisse para Vos oferecer os sacrifícios; para que, excitado para a guerra pelo som delas, prostrasse as forças dos inimigos; nós Vos pedimos que façais com que este vaso, preparado para a Vossa santa Igreja, seja santificado pelo Espírito Santo, para que os fiéis pelo seu toque sejam convidados para o prêmio. E, quando aos ouvidos dos povos ressoar a sua melodia, aumente neles a devoção da fé; sejam repelidas para longe todas as ciladas do inimigo, o fragor do granizo, os perigos dos turbilhões, a impetuosidade das tempestades; abrandem-se os trovões destruidores; que o sopro dos ventos se torne saudável e moderado; e que a Vossa mão poderosa destrua as forças aéreas para que, ouvindo este sino, se encham de pavor e fujam diante do estandarte nele traçado da Santa Cruz do Vosso Filho, ao qual se dobra todo o joelho no céu, na terra e no inferno e toda a língua proclama que o mesmo nosso Senhor Jesus Cristo, tendo destruído a morte no madeiro da Cruz, reina glória de Deus Pai, com o mesmo Pai e o Espírito Santo, por todos os séculos dos séculos. Amém. Antes ainda, outra prece do rito, dirigida a Cristo, pede: Derramai, Senhor, sobre esta água a bênção celeste e fazei descer sobre ela a virtude do Espírito Santo, para que, tendo sido rociado com ela este vaso, destinado a convocar os filhos da Santa Igreja, dos lugares onde ressoar este sino, se afaste para longe a virtude das ciladas dos inimigos, a sombra dos fantasmas, a violência dos turbilhões, os golpes dos raios, os estragos das trovoadas, os desastres das tempestades e todos os espíritos das procelas; e, ao ouvirem a sua voz os filhos dos cristãos, aumente intensamente a devoção para que, correndo para o grêmio da sua piedosa mãe, a Santa Igreja, vos cantem na assembleia dos Santos um cântico novo, que reproduza o som vibrante da trombeta, a melodia do saltério, a suavidade do órgão, a exultação do tambor, a alegria do címbalo, para que, no templo santo da Vossa glória possam com suas homenagens e preces convidar a multidão do exército dos Anjos. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, que Convosco vive e reina na unidade do Espírito Santo de Deus, por todos os séculos dos séculos. -Trecho do Ritual Romano para a bênção dos sinos.

terça-feira, 24 de dezembro de 2019

MENSAGEM DE 22 DE DEZEMBRO DE 2019

MENSAGEM DE 22 DE DEZEMBRO DE 2019



JACAREÍ, 22 DE DEZEMBRO DE 2019

MENSAGEM DE NOSSA SENHORA RAINHA E MENSAGEIRA DA PAZ
AO VIDENTE MARCOS TADEU TEIXEIRA 


(Maria Santíssima): “Queridos filhos, neste tempo santo abram os corações de vocês para o meu filho Jesus, acolham-no, deixem-no entrar em seus corações e reinar neles. Renunciem a tudo o que se opõe ao reino, ao reinado de Jesus nos corações de vocês e deem ao meu filho o ‘sim’ de vocês e todo o amor de vocês.
Abram as portas para Jesus que vem e deixem-no entrar nos seus corações e reinar nos corações de vocês!
Abram as portas para Jesus que vem, colocando para fora do coração tudo aquilo que se opõe ao meu filho, tudo aquilo que os faz amar menos a Jesus, dedicar-se menos a Jesus e pertencerem menos a Jesus. Para que então, verdadeiramente, o meu filho possa entrar, reinar e ocupar todo o espaço do coração de vocês e ser o centro da vida de vocês.
Abram as portas do coração a Jesus que vem, acolhendo-o com amor, com fé, com docilidade, com submissão total a ele, com uma obediência perfeita e completa a tudo aquilo que o meu filho Jesus lhes pede nas mensagens que ele dá aqui.
Abram as portas a Jesus que vem renunciando de uma vez por todas a vontade de vocês, aceitando a dele, para que então, verdadeiramente sua santa vontade se realize e se cumpra nos corações de todos vocês.
Abram as portas a Jesus que vem, e convertam-se a ele sem demora, pois ninguém conseguirá escapar do seu braço, se fugirem da sua misericórdia cairão nas mãos da Justiça de Jesus.
Por isso, convertam-se meus filhos e acolham o amor de Jesus, com todo o coração, dando a ele a vida de vocês. Para que então, vocês sejam verdadeiros discípulos, apóstolos do meu filho Jesus e verdadeiras imagens, reflexos de seu amor e de sua graça, de sua presença neste mundo.
Abram as portas a Jesus que vem, rezando muito, vivendo uma vida de intensa oração e intimidade com ele. Façam a oração de intimidade, que o meu filho Marcos ensina para vocês aqui tão bem e que ele sabe tão bem, aprendeu tão bem e que é uma oração celeste, maravilhosa, que os leva a uma oração, a um encontro, a um mergulho profundo no amor do meu filho Jesus e também no meu amor.
Repitam esta oração todos os dias pelo menos por alguns minutinhos, para que verdadeiramente, vocês cresçam no verdadeiro amor a Jesus, na intimidade com ele. Pois, somente, quando o coração estiver cheio de Jesus e completamente apaixonado por Jesus os corações de vocês não desejarão mais nada que é terreno, não cobiçarão mais nada que é deste mundo.
E então, as almas de vocês gozarão a verdadeira paz que só tem quem deseja Jesus e quem vive para Jesus só.
Rezem o Rosário todos os dias, por meio dele, farei com que o mundo saia de vocês e assim, vocês viverão verdadeiramente o amor a Jesus e farei com que o Céu entre e viva dentro de vocês.
A todos eu abençoo com amor agora de Fátima, de Lourdes e de Jacareí.
Na noite de Natal estarei aqui com o meu filho Jesus, para abençoar a todos vocês e o mundo.





(Maria Santíssima após abençoar e tocar os objetos santos): “Conforme já disse, onde quer que um desses terços cheguem, ali estarei viva com a minha filha Santa Patrícia e Santa Ifigênia, levando grandiosas graças do Senhor.
A todos novamente abençoo para que sejam felizes e especialmente a você meu amadíssimo filhinho Carlos Tadeu.
Assim como os pais da minha filhinha Santa Ifigênia, receberam a graça da fé, a graça de muitos milagres, da salvação da alma, de uma morada e recompensa eterna no Céu. Assim também, você, pelo ‘sim’ do filho que te dei recebeu, receberá muitas e muitas graças! Receberá uma grande e bela morada no Céu, que o seu próprio filho deu a você e que era destinada para ele.
E graças também, ao ‘sim’ do filho que te dei, muitas e muitas graças do meu Coração,do senhor você também receberá.
Sim, pelos méritos do filme, que o filho que te dei fez para mim, este filme de Medjugorje Vozes do Céu 12, derramarei sobre você todos os dias 16 de cada mês grandes graças e no dia 25 de junho de cada ano derramarei sobre você 89 mil graças do meu Imaculado Coração.
Sim, dei este filho a você para te enriquecer, te abençoar, te encher das graças do meu coração. Louve e agradeça ao Senhor que te deu filho tão esforçado, dedicado, trabalhador e tão digno possuidor de tantos méritos, que assim, através dele o Senhor e eu podemos favorecer a você, a toda a sua casa e a tantas outras almas por meio de você.
Louve e agradeça ao Senhor que te deu o melhor e o melhor não lhe será tirado.
Eu te abençoo com amor e te deixo a minha paz!”

sábado, 23 de novembro de 2019

IMITAÇÃO DE CRISTO-RECOLHIMENTO

Como a graça de Deus não se comunica aos que gostam das coisas terrenas
 
1. Cristo : -Filho,  a minha graça é um dom precioso; ela não sofre mistura de coisas estranhas, nem de consolações mundanas.
Convém, pois, que afastes todos os impedimentos da Graça, se desejas que te seja infundida .
Procura para ti um lugar retirado, estima ficar a sós contigo, não busques conversa com ninguém; dirige antes fervorosos preces a Deus, para que possa ter a  compulsão de coração e a pureza de consciência.
Avalia  em nada o mundo todo, prefere o serviço de Deus a todas as coisas exteriores; pois não podes, ao mesmo tempo, tratar comigo e deleitar-te em coisas transitórias.
Importa que te afaste dos conhecidos e amigos e desprendas  o teu coração de todo o conforto temporal.
Assim exorta o bem-aventurado apóstolo Pedro, que os discípulos de Cristo se considerem, neste mundo, como estrangeiros e peregrinos.
2. Oh! Quanta  confiança terá à hora da morte aquele que não se deixou prender por nenhum afeto da terra!
Ter, porém, assim desprendido o coração, não compreende o espírito ainda enfermo; Por que não pode o homem carnal conhecer a liberdade do homem interior.
Todavia, se quiser ser verdadeiramente espiritual, faz-se mister renunciar tanto aos estranhos quanto aos parentes e de ninguém guardar-se  mais que de si mesmo.
Se, perfeitamente, a ti mesmo te venceres, facilmente subjugarás o restante.
Perfeita  vitória é triunfar de si mesmo.
Aquele pois, que a si mesmo se domina, de modo que a sensualidade obedeça a razão e a razão a mim em todas as coisas, este  é realmente vencedor de si mesmo e senhor do mundo.
3. Se desejas subir a estas alturas, importa começar varonilmente e pôr o machado à raiz, para arrancar e destruir o secreto e desordenado apego que tens a ti mesmo e a todos os bens particulares e sensíveis.
Deste vício do amor excessivo e desordenado, que o homem a si  mesmo tem, provém tudo o  que, radicalmente, se há de vencer., dominado e destruído aquele mal, seguir-se-lhe-á  grande tranquilidade.
Como, porém, são poucos os que se aplicam a morrer, perfeitamente, a si mesmos e a desapegar-se de si, muitos ficam, por isso, presos em si mesmos, sendo-lhes  impossível elevarem- se em espírito, acima de si próprios.
Aquele que deseja seguir-me livremente, deverá mortificar suas inclinações desordenadas e não se apegar a criatura alguma com amor apaixonado.
              
              Reflexões
" Ninguém pode servir a dois senhores, porque ou Amará  a um e aborrecerá o outro, ou se afeiçoará a este e desprezará aquele". Não podemos ao mesmo tempo servir a Deus e ao mundo; e a vida cristã consiste em libertar-se cada um da escravidão do mundo para adquirir "a liberdade dos filhos de Deus" ( MT 6,24 ; Rom 8, 21 ).
Ora a graça combate em nós por Deus,  contra a natureza corrupta que nos arrasta para o mundo; terrível combate do qual não sai o homem vencedor senão morrendo a si mesmo, a seus pensamentos, a seus gostos, as suas inclinações; e a morte temporal que termina para sempre a luta entre a natureza e a graça, é a última vitória do cristão, o que fazia dizer o apóstolo São Paulo: " Quem me livrará deste corpo mortal?" (Rom 7,24 ).
Exercitemo -nos, pois, a morrer; desapeguemo- nos  inteiramente da terra e de todas as coisas terrenas  ; apartemo- nos de nós mesmos e não vi vamos mais senão em Deus, de Deus e por Deus.
Que buscamos nós fora dele ? Não encerra ele porventura todos os bens ? Oh! quando nos será dado vê-lo " tal qual é , face-a-face ; nos  saciarmos de seu ser, de sua glória"  infinita? Apressemos com ardentes votos o momento que fixará  nossa eternidade, e no transporte de nossos desejos, exclamemos com o profeta: " Ai de Mim, que se prolonga o meu desterro!  Habitei com os povos de Cédar e minha alma foi estrangeira no meio deles" ( 1 Jo 3,2 ;  SL  16,15 ; 119,5 ).

Imitação de Cristo livro terceiro ,Capítulo LIII , página 374 .Paulus 24-° edição.