quinta-feira, 29 de junho de 2017

HISTÓRIA DO GRANDE SKANDERBEG



Jorge Castriota, Skanderbeg, Espada e escudo da Cristandade



Príncipe da Albânia, cognominado pelo Papa Calixto III de atleta de Cristo, “durante vinte e quatro anos inteiros opôs vitoriosa resistência aos exércitos turcos, com freqüência 10 a 20 vezes mais numerosos que o seu”.(1)

Estátua eqüestre de Skanderbeg em Tirana, capital da Albânia
Jorge era o mais novo dos filhos do Príncipe João Castriota, senhor de Ematie, na Albânia, e da Princesa sérvia Voizava, tendo nascido no ano de 1414.
Quando, em 1423, o sultão turco Amurath II invadiu a Albânia, o Príncipe João, para salvar o reino, não podendo pagar a vultosa soma que lhe era exigida como dano de guerra, precisou dar como reféns ao vencedor seus quatro filhos, Estanislau, Reposio, Constantino e Jorge. Dos quatro, dois morreriam envenenados; um terceiro, retornando à Albânia, entraria num mosteiro; e somente o caçula, Jorge, tornar-se-ia um grande guerreiro.
Chegados à Turquia, os três mais velhos foram postos no calabouço, pois não estavam dispostos a renunciar à sua fé. Como Jorge tinha apenas nove anos e era de muito boa presença, foi circuncidado e educado no islamismo. Mas, em segredo, guardou a fé de seus pais.
Tanta era a estima que tinha por ele o sultão, devido às suas inatas qualidades, que fez com que lhe ensinassem o árabe, o turco, o eslavo e o italiano, além do exercício das armas.

SKANDERBEG, CONSIDERADO UM NOVO ALEXANDRE MAGNO


Skanderbeg, considerado um novo Alexandre Magno
Aos 18 anos foi nomeado sandiak. Posto à frente de um exército de cinco mil ginetes, passou para a Ásia, onde demonstrou um valor extraordinário. Foi aí que recebeu dos turcos o sobrenome de Iskander-bei (príncipe ou chefe Alexandre, em alusão a Alexandre o Magno), que os albaneses mudaram para Skanderbeg.
“Dele se diz que era de aspecto majestoso, e dotado de uma força fora do comum. […] Conta-se que, durante um combate, logrou com um só golpe cortar em dois um guerreiro protegido com couraça”.(2)
“Todos os contemporâneos o elogiam como um dos mais belos e esforçados caracteres varonis daquele século. […] Sua afeição aos combates era tão grande, que o dar uma batalha de quando em quando constituía para ele uma necessidade. Nele se juntavam o valor do soldado e o olhar penetrante do general; suas forças corporais apenas podiam esgotar-se com esforços, e a rapidez de seus movimentos militares trazia à memória os de César”.(3)
Entretanto, Skanderbeg não se esquecia de seu país e procurava uma ocasião para a ele retornar. Em 1432, com a morte de seu pai, deveria herdar suas possessões. Mas o sultão, em vez de lhe dar o território que lhe competia por herança, quis tê-lo para si. E enquanto mandava um dos seus chefes tomar conta dele, mandou Skanderbeg invadir a Sérvia.
Jorge aproveitou-se do momento imediatamente precedente à batalha para passar para o lado sérvio. Antes, porém, tinha forçado o secretário de Estado do sultão a entregar-lhe uma ordem, dirigida ao comandante de Kruja, na Albânia, para que reconhecesse o portador como seu sucessor no comando daquela praça e lha entregasse.

LÍDER DAS TROPAS ALBANESAS, CRUZADO CONTRA OS OTOMANOS


Ruínas do Castelo de Kruja, onde Skanderbeg começou a luta de libertação de seu país
Depois da batalha, vencida pelos cristãos sérvios, Skanderbeg refugiou-se nas montanhas, com 600 cristãos fugidos das tropas turcas e mais alguns montanheses. Tendo entrado em Kruja, onde recebeu o comando da praça, à noite abriu as portas para seus partidários, que aniquilaram a guarnição turca. Skanderbeg chamou depois todos os seus parentes e albaneses a Kruja, para tomarem parte na libertação de seu país.
A insurreição se alastrou com tal rapidez, que em pouco tempo Skanderbeg havia tomado as principais praças da região.
Convocou então uma reunião em Alessio, em território veneziano, da qual participaram albaneses e venezianos, sendo eleito indiscutível chefe, aclamado por todos.
Posto à frente de sete mil infantes e oito mil cavaleiros, Skanderbeg
enfrentou e derrotou em 1444 um exército turco de 40 mil homens, comandado por Ali Pachá.
Skanderbeg procurou unir-se com a Hungria e a Transilvânia na luta contra os otomanos, e aderiu ao plano de Cruzada proposto pelo Papa Eugênio IV.
No ano de 1448, Skanderbeg derrotou mais uma vez os turcos comandados pelo paxá Mustafá, fazendo-o prisioneiro como a outros de seus oficiais, por cuja liberdade exigiu vultosa soma.
Mas no ano seguinte o próprio sultão Amurath, à frente de um exército de 100 mil homens, invadiu a Albânia, conseguindo apoderar-se das praças de Sfetigrad e Kruja. Entretanto, não conseguindo a submissão de Skanderbeg e atacado por uma enfermidade, retirou-se para Andrianópolis, onde morreu, sendo sucedido por Maomé II.

CAPITÃO GENERAL DA CÚRIA NA GUERRA CONTRA OS TURCOS

Amargurou ao herói albanês a defecção de seu sobrinho Hamsa, que se uniu aos implacáveis inimigos da fé. Em 1457, o sobrinho renegado invadiu seu país, acompanhado do general turco Isabeg com numeroso exército, sendo que Skanderbeg tinha para defendê-lo apenas 12 mil homens. Por isso, não enfrentou diretamente o inimigo, mas procurou atraí-lo para lugares isolados. Em 2 de setembro desse ano, Skanderbeg, num combate sangrento, obteve a vitória nos arredores de Tomorniza, surpreendendo o exército turco enquanto este se entregava descuidadamente ao repouso. Mais de 15 mil turcos foram mortos e 1500 feitos prisioneiros, entre eles o renegado Hamsa, a quem Skanderbeg poupou a vida, mas enviou-o a Nápoles para que estivesse preso com segurança.
Em carta de 17 de setembro de 1457, escreveu o Papa ao general albanês: “Amado filho: perseverai do mesmo modo no futuro, em defesa da Fé Católica, pois Deus, por quem pelejais, não abandonará sua causa; Ele vos dará, estou seguro disso, a vós e aos demais cristãos, junto com a maior glória e triunfo, a vitória sobre os malditos turcos e demais infiéis”.(4) O Sumo Pontífice mostrou seu júbilo pela vitória obtida, nomeando Skanderbeg Capitão General da Cúria na guerra contra os turcos.

CONCLAMA OS PRÍNCIPES DO OCIDENTE A UMA CRUZADA


Quadro que se encontra em Kruja representando a batalha de Skanderbeg contra os turcos, em 1461
Depois dessa vitória, o herói albanês escreveu aos príncipes do Ocidente, dizendo-lhes que não tinha condições de continuar sua guerra contra os turcos se não recebesse deles auxílio. Que era chegado o tempo em que esses príncipes despertassem do sono a que até então tinham se entregado, renunciassem às suas discórdias e se coligassem para defender a liberdade do mundo cristão. Somente Nápoles ouviu seu apelo e mandou algumas tropas.
A Albânia resistia havia dezenove anos ao poder dos sultões. Apesar de algumas derrotas e enfraquecido pela defecção de certos aliados seus, Skanderbeg mantinha contínuo assédio às tropas turcas. Maomé II resolveu então acabar de vez com essa resistência, enviando contra ele todos os seus generais. Mas quando três deles foram derrotados, o próprio Maomé pediu a paz em 1461.
Três anos após, o Papa Pio II pregou uma nova Cruzada. Skanderbeg derrotou sucessivamente dois generais dos mais importantes do sultão. Depois, cedendo aos apelos do Papa, ajudou a repor no trono de Nápoles a Fernando, filho de Afonso V, que havia sido destronado por João de Anjou.

COM O APOIO DO PAPA, VENCE O CERCO DE KRUJA

Na primavera de 1466, um exército turco – composto, segundo uns, de 200 mil homens; segundo outros, de 300 mil – invadiu a Albânia, comandado pelo próprio Maomé II. Pouco depois, circulou pela Europa a notícia de uma derrota de Skanderbeg, devido à traição e abandono de muitos cristãos. O pânico apoderou-se sobretudo dos italianos, tanto mais que a notícia vinha acompanhada de outra, a de que um exército turco já ameaçava a Hungria.
Felizmente a notícia da derrota do herói albanês era falsa. Não podendo enfrentar exército tão numeroso, entregara-se à tática de guerrilha, que tantas vezes lhe tinha sido eficaz. Estabeleceu uma forte posição nos bosques de Tumenistos, e desde lá fatigava o exército turco por meio de surpresas, falsos alarmes e fugas simuladas. A tática foi empregada por tanto tempo, que foi desgastando o exército infiel, acostumado a travar uma guerra regular. Cansado, Maomé retirou-se a Constantinopla para passar o inverno, deixando o general Balaban à frente de 80 mil homens fazendo o cerco de Kruja.
Como Skanderbeg, com seus poucos homens, não podia levantar o cerco, dirigiu-se à Itália em busca de socorro, armas e dinheiro. O Papa e os cardeais o receberam entusiasticamente em Roma, e “com muitos presentes e uma considerável soma de dinheiro regressou Skanderbeg aos seus, alegre e animoso”, escreve seu primeiro biógrafo Bartelius.(5)
De volta à Albânia, Skanderbeg derrotou os turcos em abril de 1467, fazendo prisioneiro um irmão de Balaban. Pouco depois alcançou outra vitória, ocasionando a morte do próprio Balaban. Com isso as tropas turcas fugiram, e levantou-se o cerco de Kruja.

GRANDEZA DE ALMA, LEALDADE E FÉ SINCERA

Mas o heróico guerreiro estava no fim. “Vinte e quatro anos de luta contínua esgotaram aquela natureza de ferro. E, havendo sido atacado pelas febres, morreu em Alessio aos cinqüenta e três anos, terminando assim a epopéia albanesa […]. À grandeza de alma, à lealdade, a uma fé sincera, juntava ele uma inteligência extraordinária, uma penetração segura e uma sagacidade pouco comum […]. Caritativo e humano, não parecia o mesmo homem na guerra; pois, fogoso, violento, às vezes impiedoso, chegava a assustar os mais valentes: até esse ponto o exaltavam seu ódio pelos turcos e seu amor à independência [da Albânia]“.(6)
À notícia de sua morte, seu mais feroz inimigo, o sultão Maomé II, exclamou: “Por fim, me pertencem a Europa e a Ásia. Ai da Cristandade, que acaba de perder sua espada e seu escudo!”.(7)
Quadro de Nossa Senhora do Bom Conselho em Genazzano
Mas Nossa Senhora tinha outros desígnios sobre a Cristandade. Após as infidelidades do povo albanês e da morte de Skanderbeg, a imagem albanesa de Nossa Senhora do Bom Conselho transferiu-se milagrosamente, pelos ares, para Genazzano, na Itália, acompanhada por dois devotos que atravessaram a pé o Mar Adriático. Mas essa é já uma outra história, que os leitores poderão conhecer acessando:
VÍDEO DA APARIÇÃO E MEDITAÇÃO DO VIDENTE MARCOS TADEU:





sexta-feira, 23 de junho de 2017

ESCAPULÁRIO VERMELHO DA PAIXÃO DE JESUS

ESCAPULÁRIO VERMELHO DA PAIXÃO, REVELADO A IRMÃ APOLLINE ANDRIVEAU

escapulario vermelho da paixao

SÓROR LUIZA APOLLINE ANDRIVEAU VIDENTE DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO


ev

LUIZA APOLLINE ANDRIVEAU, nasceu à 7 de maio de 1810 em Porsan, Centro da França,
sendo filha legítima de Leonardo Andriveau e Apolline Grangier. Desde pequena Apolline, muito estimada pela família, sempre soube corresponder aos afetos dos mais íntimos. Modesta, obediente e muito fervorosa na igreja, nutria grande veneração à imagem de Jesus “Ecce Homo” e era chamada por muitos de “ a santinha”.

Sempre gostava de dar esmolas e socorrer os mais fracos. Quando se mudou para Paris com sua família, estudou música,pintura, línguas, sendo uma aluna exemplar e estimada. Após a morte de sua mãe foi estudar num colégio religioso, no convento de Santa Isabel, onde ficou por 2 anos. Aos 23 anos entrou para o Convento das Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo, renunciando para sempre às artes e as ciências.
Assim relata ela mesma:

“Nada me parece mais perigoso para uma mulher do que os elogios ao seu espírito e talentos. Foi a mão Divina do Nosso Amantíssimo Redentor que me livrou deste caminho escorregadio que eu percorria com satisfação.”

Com certeza foi o grande amor pelo pobres que a fez escolher este instituto, onde começou seu noviciado em 15 de outubro de 1833, em Paris,na Rue du Bac, onde três anos antes Nossa Senhora revelou a Medalha Milagrosa à Santa Catarina Labouré. Passando o tempo do noviciado, foi enviada a Troyes, sudoeste de París, onde viveu 38 anos.

*Primeiras Manifestações sobrenaturais à Irmã Apolline*

Em 1845 irmã Apolline foi alvo de fenômenos místicos e foi chamada à Divina Providência a exercer uma missão sobrenatural que foi para ela fonte abundante de graças e também de grandes sofrimentos. Assim ela escreve em uma das carta ao seu confessor, Padre Tiene, 'que havia recebido do Senhor comunicações tão íntimas que a deixava espavorida, a tal ponto que receava ser vítima de alguma tipo de ilusão.'

Descreve ela, à 11 de outubro de 1846:

“Estava meditando à Santa Missa na Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo.Julguei então vê-lO na Cruz. O Seu Rosto era de uma palidez que me impressionou tão vivamente que me encontrei toda coberta de um suor glacial. A cabeça de Nosso Senhor estava inclinada. Pensei que os longos espinhos que cobriam sua fronte Adorável fossem a causa desta posição incômoda. No mesmo instante, o Senhor levantou subitamente a cabeça e os espinhos da coroa enterraram-se com força até os olhos e na fronte. Nunca
poderei esquecer aquele movimento. Era algo terrível a dor que Ele deve ter experimentado no choque violento da Sagrada Cabeça contra o lenho da Cruz ."




I – ORIGEM DO ESCAPULÁRIO DA PAIXÃO




evNo dia 26 de julho de 1846, na oitava da festa de São Vicente, à tarde, Nosso Senhor apareceu à Irmã Apolline Andriveau, Filha da Caridade, em Troyes, na França. Ela contou que viu Nosso Senhor revestido de túnica vermelha e de manto azul.

Seu rosto não estava desfeito pelas dores do pretório, mas era a beleza por essência. Segurava na mão direita um escapulário suspenso por duas fitas de lã, no qual Ele estava representado pregado na cruz, e ao pé da cruz estavam os instrumentos da paixão que mais o fizeram sofrer.

Ao redor do crucifixo estava escrito:Santa Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo, salvai-nos. Na outra extremidade das fitas, em pano escarlate, estava a imagem dos Corações de Jesus e de Maria; um cercado de espinhos e, o outro, ferido pela lança, entre os dois corações se elevava uma cruz.

Passados alguns dias, Irmã Apolline viu de novo a mesma imagem. Enfim, Nosso Senhor explicou como o escapulário deveria ser usado.

Poucos meses antes de lhe ser revelado o escapulário da Paixão, Irmã Apolline teve outra visão. Fazia a Via-Sacra, quando na 13ª estação, Nossa Senhora lhe depôs nos braços o corpo inanimado do Mestre e lhe disse:

-“O mundo se perde porque não pensa na Paixão de Jesus Cristo; faça tudo para que o mundo pense, faça tudo para que ele se salve.”

As aparições se repetiam e, em todas elas, Nosso Senhor acentuava a sua infinita misericórdia para com os homens e o desejo de sua salvação.

II- COMO SE DEVE USAR ESTE ESCAPULÁRIO


Nosso Senhor disse à Irmã Apolline que só os Padres da Missão deveriam dar este escapulário, e aqueles que o trouxessem, bento por eles, receberiam, em todas as sextas-feiras, a remissão total das próprias faltas e um aumento de fé, esperança e caridade.

Nosso Senhor pediu também que se falasse muito de seus sofrimentos e de sua morte.


III – APROVAÇÃO ECLESIÁSTICA

Em 1847, Pe. Etienne, então Superior Geral, foi a Roma e tendo sido recebido em audiência pelo Santo Padre Pio IX aproveitou para comunicar-lhe as aparições. Pio IX não colocou nenhum obstáculo à aprovação do escapulário.

O poder de benzer o escapulário da Paixão tinha sido concedido exclusivamente aos Padres da Missão e por isso a difusão era lenta, visto que não lhes era possível percorrer todas as paróquias.

Muitos pedidos foram, então dirigidos ao Pe. Etienne para que alcançasse da Santa Sé a faculdade de delegar esse privilégio aos sacerdotes seculares e regulares que o pedisse.

O Santo Padre não só concedeu a licença, mas, ao mesmo tempo acrescentou às indulgências concedidas antes, uma indulgência plenária, todas as sextas-feiras do ano, às pessoas que usassem o escapulário constantemente.


VOL. 01 - CD ESCAPULÁRIO VERMELHO DA PAIXÃO OU ESCAPULÁRIO DA PAIXÃO - REVELAÇÃO DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO À IRMÃ APOLLINE ANDRIVEAU - GRAVADO PELO VIDENTE MARCOS TADEU - SANTUÁRIO DAS APARIÇÕES DE JACAREÍ SP BRASIL.

https://www.presentedivino.com.br/



VOL. 02 - CD ESCAPULÁRIO VERMELHO - APARIÇÕES DE JESUS À SÓROR APOLLINE ANDREVEAU REVELAÇÃO DO ESCAPULÁRIO VERMELHO DA PAIXÃO DE NOSSO SENHOR NARRADA PELO VIDENTE MARCOS TADEU NO SANTUÁRIO DAS APARIÇÕES DE JACAREÍ/SP-BRASIL. 
https://www.presentedivino.com.br/

ESCUTE A RÁDIO MENSAGEIRA DA PAZ AO VIVO AGORA - APERTE O PLAY PARA OUVIR




CLIC NO LINK ABAIXO E VEJA O LINDO TESTEMUNHO DE MILAGRES FEITOS PELA RAINHA E MENSAGEIRA DA PAZ


http://www.aparicoesdejacarei.com.br/2018/07/testemunho-de-cura-de-dona-ivelde-e.html

http://www.aparicoesdejacarei.com.br/2019/07/aparicoes-de-jacarei-novo-filme-vozes.html

https://www.presentedivino.com.br/vozes-do-ceu-26-as-aparicoes-de-nossa-senhora-em-castelpetroso


http://www.aparicoesdejacarei.com.br/2019/06/jovem-e-curada-de-fibromialgia-na.html


http://www.aparicoesdejacarei.com.br/2018/07/testemunho-de-cura-de-dona-ivelde-e.html

http://www.aparicoesdejacarei.com.br/2019/04/as-15-promessas-de-nossa-senhora-sao.html

https://radiomensageiradapazjacarei.blogspot.com/2019/01/terco-das-lagrimas-de-nossa-senhora.html

https://radiomensageiradapazjacarei.blogspot.com/2019/01/terco-das-lagrimas-de-nossa-senhora.html

http://www.aparicoesdejacarei.com.br/2019/07/sinais-de-luz-no-vidente-marcos-tadeu.html

http://www.aparicoesdejacarei.com.br/2019/06/terco-da-paz-meditado-4-testemunho-de.html

http://www.aparicoesdejacarei.com.br/2019/06/terco-da-paz-meditado-3-1-misterio.html

http://www.aparicoesdejacarei.com.br/2019/06/sacrificio-da-dor-de-cabeca-do-vidente.html

https://radiomensageiradapazjacarei.blogspot.com/2019/05/pedidos-de-nossa-senhora-para-divulgacao.html

https://www.apparitionstv.com/thesocial/login?redirect_to=https://www.apparitionstv.com/thesocial/feed?#_=_

quinta-feira, 22 de junho de 2017

NOVÍSSIMA E SENSACIONAL ANÁLISE DO VULTO DE NOSSA SENHORA REFLETIDO NOS OLHOS DO VIDENTE MARCOS TADEU NA APARIÇÃO DE 15 DE JUNHO DE 2017

NOVÍSSIMA E SENSACIONAL ANÁLISE DO VULTO DE NOSSA SENHORA REFLETIDO NOS OLHOS DO VIDENTE MARCOS TADEU NA APARIÇÃO DE 15 DE JUNHO DE 2017

ANÁLISE FEITA POR RAFAELLA BOMPIANNI E ENVIADA POR RENATA BOMPIANNI

FOTO 1: ANALISADA NA LUZ ULTRAVIOLETA: 


 RADIAÇÃO ALÉM DA CAPACIDADE DE VISÃO. 
ESTA IMAGEM SERIA INVISÍVEL AOS 
NOSSOS OLHOS, SE NÃO HOUVESSE 
NELA UM CORPO QUE SOLTA CALOR. NOTA-SE CLARAMENTE A IMAGEM DO VULTO 
DE NOSSA SENHORA NOS OLHOS 
DO VIDENTE MARCOS TADEU, NA HORA 
DA SUA APARIÇÃO. É IMPORTANTE 
OBSERVAR QUE A FOTO NÃO É DIRECIONADA DIRETAMENTE À IMAGEM DE NOSSA SENHORA, 
MAS SIM AOS OLHOS QUE A REFLETEM.  

E É ISTO QUE NOS SURPREENDE POIS 
ESTA IMAGEM QUE É REFLETIDA POR 
SUA VEZ NOS OLHOS DO MARCOS, 
EMANA CALOR MESMO ATRAVÉS DA 
REFLEXÃO, COMO SE NOSSA SENHORA 
ESTIVESSE COM O SEU CORPO VIVO 
NOS OLHOS DELE. PORTANTO ESTÁ 
PROVADO QUE É REALMENTE NOSSA SENHORA 
VIVA COM O SEU CORPO GLORIOSO 
QUE APARECE PARA O VIDENTE MARCOS TADEU. 


PARA QUEM AINDA DUVIDASSE SE ISTO 
É UM TRUQUE FOTOGRÁFICO, BASTA ANALISAR
 ESTA FOTO ORIGINAL COM UMA LUZ 
INFRAVERMELHA E VERÁ QUE ESTE REFLEXO 
É UM CORPO VIVO QUE EMANA CALOR. CONSIDERANDO-SE QUE É IMPOSSÍVEL 
QUE O REFLEXO DE UMA PESSOA NORMAL
 EMANE CALOR ATRAVÉS DOS OLHOS 
DE ALGUÉM, PODEMOS CONCLUIR QUE
 O QUE VEMOS AQUI NOS OLHOS DO VIDENTE MARCOS TADEU É UMA REFLEXÃO DE 
UMA IMAGEM DE ORIGEM DIVINA E 
SOBRENATURAL, É REALMENTE A MÃE DE DEUS.










FOTOS 2, 3 E 4:  ANALISADAS EM NEGATIVO, 
OU SEJA NA INVERSÃO DAS CORES ORIGINAIS. 
 MESMO NESTAS FOTOS DE BAIXA 
RESOLUÇÃO, É CLARÍSSIMA A PRESENÇA 
DE NOSSA SENHORA NA FRENTE DO  
VIDENTE MARCOS, POIS É FORTEMENTE
 REFLETIDA NOS SEUS OLHOS.















LIVRO DAS MENSAGENS 17


CONHEÇA O NOVO LIVRO DAS MENSAGENS 
DE NOSSA SENHORA  E DE TODO O CÉU
NAS APARIÇÕES DE JACAREÍ REPLETO 
DE BELÍSSIMAS MENSAGENS, 
FOTOS DOS SINAIS DE NOSSA SENHORA 
E MUITO MAIS


ADQUIRA O LIVRO Nº 17 LIGANDO AGORA PARA 


TELEFONE: 0XX12 99701-2427



PEÇA TAMBÉM PELO WHATSAPP OU TELEGRAM:


55 12 99701-2427


PREÇO:    R$20,00 APENAS

LIVRO DAS MENSAGENS Nº 18




CONHEÇA O NOVO LIVRO DAS MENSAGENS 
DE NOSSA SENHORA  E DE TODO O CÉU
NAS APARIÇÕES DE JACAREÍ REPLETO 
DE BELÍSSIMAS MENSAGENS, 
FOTOS DOS SINAIS DE NOSSA SENHORA 
E MUITO MAIS


ADQUIRA O LIVRO Nº 18 LIGANDO AGORA PARA 


TELEFONE: 0XX12 99701-2427



PEÇA TAMBÉM PELO WHATSAPP OU TELEGRAM:


55 12 99701-2427

LIVRO DAS MENSAGENS Nº 14



CONHEÇA O NOVO LIVRO DAS MENSAGENS 
DE NOSSA SENHORA  E DE TODO O CÉU
NAS APARIÇÕES DE JACAREÍ REPLETO 
DE BELÍSSIMAS MENSAGENS, 
FOTOS DOS SINAIS DE NOSSA SENHORA 
E MUITO MAIS


ADQUIRA O LIVRO Nº 14 LIGANDO AGORA PARA 


TELEFONE: 0XX12 99701-2427



PEÇA TAMBÉM PELO WHATSAPP OU TELEGRAM:


55 12 99701-2427

LIVRO DAS MENSAGENS N º 1



CONHEÇA O NOVO LIVRO DAS MENSAGENS 
DE NOSSA SENHORA  E DE TODO O CÉU
NAS APARIÇÕES DE JACAREÍ REPLETO 
DE BELÍSSIMAS MENSAGENS, 
FOTOS DOS SINAIS DE NOSSA SENHORA 
E MUITO MAIS


ADQUIRA O LIVRO Nº 1 LIGANDO AGORA PARA 


TELEFONE: 0XX12 99701-2427



PEÇA TAMBÉM PELO WHATSAPP OU TELEGRAM:


55 12 99701-2427

LIVRO DAS MENSAGENS Nº 15

]


CONHEÇA O NOVO LIVRO DAS MENSAGENS 
DE NOSSA SENHORA  E DE TODO O CÉU
NAS APARIÇÕES DE JACAREÍ REPLETO 
DE BELÍSSIMAS MENSAGENS, 
FOTOS DOS SINAIS DE NOSSA SENHORA 
E MUITO MAIS


ADQUIRA O LIVRO Nº 15 LIGANDO AGORA PARA 


TELEFONE: 0XX12 99701-2427



PEÇA TAMBÉM PELO WHATSAPP OU TELEGRAM:


55 12 99701-2427

LIVRO DAS MENSAGENS º 13




CONHEÇA O NOVO LIVRO DAS MENSAGENS 
DE NOSSA SENHORA  E DE TODO O CÉU
NAS APARIÇÕES DE JACAREÍ REPLETO 
DE BELÍSSIMAS MENSAGENS, 
FOTOS DOS SINAIS DE NOSSA SENHORA 
E MUITO MAIS


ADQUIRA O LIVRO Nº 13 LIGANDO AGORA PARA 


TELEFONE: 0XX12 99701-2427



PEÇA TAMBÉM PELO WHATSAPP OU TELEGRAM:


55 12 99701-2427

LIVRO DAS MENSAGENS Nº 16



CONHEÇA O NOVO LIVRO DAS MENSAGENS 
DE NOSSA SENHORA  E DE TODO O CÉU
NAS APARIÇÕES DE JACAREÍ REPLETO 
DE BELÍSSIMAS MENSAGENS, 
FOTOS DOS SINAIS DE NOSSA SENHORA 
E MUITO MAIS


ADQUIRA O LIVRO Nº 16 LIGANDO AGORA PARA 


TELEFONE: 0XX12 99701-2427



PEÇA TAMBÉM PELO WHATSAPP OU TELEGRAM:


55 12 99701-2427